domingo, 22 de janeiro de 2017

Exercícios sobre José de Alencar (Romantismo)


1. O fragmento a seguir apresenta uma fala de D. Antônio de Mariz. Assinale a alternativa correta em relação ao trecho. 

[...] É para mim uma das coisas mais admiráveis que tenho visto nesta terra, o caráter desse índio. Desde o primeiro dia que aqui entrou, salvando minha filha, a sua vida tem sido um só ato de abnegação e heroísmo. Crede-me, Álvaro, é um cavaleiro português no corpo de um selvagem! [...]

José de Alencar. O guarani. São Paulo: Ateliê Editorial, 1999, p. 102. 

sábado, 21 de janeiro de 2017

Avaliação diagnóstica de português para ensino médio (2ºano)


AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE LÍNGUA PORTUGUESA - 2ºANO EM
ESCOLA:________________________________________________________________________
ALUNO:_________________________________________________________________________


1. Leia um poema de Carlos Drummond de Andrade e responda à questão.

Aula de português 

A linguagem 
na ponta da língua 
tão fácil de falar 
e de entender. 

A linguagem 
na superfície estrelada de letras, 
sabe lá o que quer dizer?

Exercícios sobre função fática e coesão


É bastante comum na linguagem oral a insistência no emprego da função fática. Isso pode interromper a linha de raciocínio e resultar em uma mensagem entrecortada. Ao se transpor um texto oral para a linguagem escrita, muitas vezes é necessário suprimir as marcas da função fática, evitar as repetições e explicitar as relações lógicas que estão subentendidas. 

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Atividade sobre gêneros literários e não literários


Os textos podem ter formatos diferentes, ainda que tratem de um mesmo tema. Leia os textos A e B. 

Texto A 

Desistência 

O menino Tonho 
mexendo no lixo 
achou um sonho 
e pôs-se a sonhar. 

Com queijo de nuvens, 
bolachas de estrela, 
pastéis de luar. 

O sonho era duro 
e estava mofado. 
E ele desistiu 
de sonhar acordado. 

DINORAH. Maria. Barco de sucata. 
Porto Alegre: Mercado Aberto. 1986. 

Consciência política e cidadã - Leitura e interpretação de textos para ensino médio

Filhos da Época

Somos filhos da época
e a época é política.

Todas as tuas, nossas, vossas coisas
diurnas e noturnas,
são coisas políticas.

Querendo ou não querendo,
teus genes têm um passado político,
tua pele, um matiz político,
teus olhos, um aspecto político.

O que você diz tem ressonância,
o que silencia tem um eco
de um jeito ou de outro, político.
[...]

SZYNBORSKA, Wislawa. Filhos da Época. In: Poemas. Seleção, 
tradução e prefácio de Regina Przybycien. São Paulo: 
Companhia das Letras, 2011, p. 77-78.

Texto dissertativo sobre Política para ensino médio Que coisa é a Política



Que coisa é a Política 

O termo "Política", em qualquer de seus usos, na linguagem comum ou na linguagem dos especialistas e profissionais, refere-se ao exercício de alguma forma de poder e, naturalmente, às múltiplas consequências desse exercício.
Toda maneira pela qual o poder é exercido se reveste de grande complexidade, às vezes não aparente à primeira vista. Por exemplo, se o governo decreta um novo imposto, esse ato não consiste numa decisão que "vai e não volta'. Ao contrário, a criação de um novo imposto, cuja decretação constitui obviamente um ato de poder, ou seja, um ato político, é precedida, conforme o caso, por uma série de outros atos em que tomam parte diversos detentores de alguma espécie de poder, tais como governantes, técnicos, assessores, grupos de interesse, indivíduos ou entidades influentes e assim por diante. E também se desencadeia uma inter-relação entre a "fonte do poder" (a que criou e implantou o imposto) e os submetidos a esse poder (os que, direta ou indiretamente, são afetados pelo imposto). Basta pensar um pouco para ver como qualquer ato de poder é complexo e cheio e implicações. E é este o terreno da Política.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Avaliação diagnóstica de português para 9ºano


AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE LÍNGUA PORTUGUESA - 9ºANO
ESCOLA: ________________________________________________________________________
ALUNO:_________________________________________________________________________


1. Leia o poema. 

Pretensão 

eu quero um grande amor, 
tá bem, pode ser pequeno, 
ok, mas que seja de verdade. 
de mentira também serve
mas que dure bastante, 
aceito um rapidinho. 
entre o nada e qualquer coisa, 
meu coração dança miudinho. 

Ulisses Tavares. Caindo na real. São Paulo: Moderna. 2004

domingo, 15 de janeiro de 2017

Exercício sobre reportagem para 7ºano - Cultura da Guiné-Bissau


Dia a dia em Bissau 

Apesar das dificuldades em casa e na escola, guineenses brincam de "cerca-cerca" (pega-pega) e "malha" (amarelinha) 

Mirella Domenich 
Colaboração para a Folha, de Bissau

sábado, 14 de janeiro de 2017

Exercício sobre predicativo do sujeito com tirinha (vestibulares e concursos)

Leia a tirinha de Fernando Gonsales.

1. Explique por que o personagem usa tintura para parecer um gato preto. 
2. Identifique na fala do segundo quadrinho um predicativo do sujeito. 


Questão de vestibular sobre Álvares de Azevedo (Vagabundo)

(Insper)

Vagabundo 

Eu durmo e vivo ao sol como um cigano,
Fumando meu cigarro vaporoso;
Nas noites de verão namoro estrelas;
Sou pobre, sou mendigo e sou ditoso!

Ando roto, sem bolsos nem dinheiro;
Mas tenho na viola uma riqueza:
Canto à lua de noite serenatas,
E quem vive de amor não tem pobreza.
[...]

(Álvares de Azevedo) 


A visão de mundo expressa pelo eu lírico nos versos de Alvares de Azevedo revela o (a): 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...